POESIA

30/06/2013 05:08

A essência

 

 

Ela vem da simplicidade

Que embrenha na palavra

Como uma escrita

Lavrada...

Na pedra dos pensamentos

Que se tornam tormentos

Dando um arrepio de medo

Onde o cansaço e o

Desabafo...

Torna-se um cansaço

Levando a alegria embora

Que carregamos

Pelas idas e vindas

Na caminhada do destino

Tornando às vezes um

Desatino...

 

Buscando a essência

Da aparência grave

De um grande sentimento

Que desdenha toda a espécie

Da ingenuidade que

Carrega...

Uma certeza de culpa

É a reação de tudo

Quando o abandono

Significa o desfio

Quando declaramos

As circunstancia dos

 Valores...

Que constroem a felicidade

Pois para ser feliz o humano

Não podendo ignorar

A essência é a troca da pureza

E a simplicidade...

 

Regina Mercia Sene Soares

17/07/2012

 

 

A Borboleta

 

 

Como Deus transforma as coisas

De uma lagarta feia e desengonçada

Deus a transformou em uma linda

Borboleta que saiu a voar entre

 

Os canteiros de lindas flores coloridas

Pousando em cada uma delas

Levando o pólen de uma flor para a outra

E assim misturando entre elas toda

 

A beleza do jardim da natureza

É só observar as borboletas

Que voam e seus tamanhos e o colorido

São graciosas suaves e delicadas

 

Como todas as criaturas de Deus

Eu sempre digo quando vejo

Uma borboleta entrar em

Minha casa voando e pousando

 

Em algum lugar da casa

Que ela veio trazer um recado de

Alguém do Além... que

Me ama com muita paixão

 

E fico com muita emoção

Agradecendo com gratidão

Este Ser maravilhoso

 

Por este recado tão carinhoso

São coisas que não tem

Explicação!

 

Regina Mercia Sene Soares

18/06/2010

A Magia da vida

 

Nunca temos certeza

Que na vida tem beleza

Porque estamos passando

Por ela, mas vamos pensando

 

Que ela continua no profundo

Da reflexão e não ficar oriundo

Mas temos o honroso papel

De vivermos como um pincel

 

E pintar os quadros gigantescos

Mas eles não serão grotescos

Pinturas da vida com magia

Buscando inspiração que se cria

 

Os sentimentos de amor e paixão

Que inflamam o nosso coração

Quadro como a felicidade e alegria

Deixando transparecer toda a magia

 

Da imaginação fazendo honroso

Nosso papel de ser fabuloso

Homens e mulheres espalhando

Juntos abraçados e cantando

 

Regina Mercia Sene Soares

20/03/2011

 

 

Beijo de amor

 

Lábios seus encontram

A luz do luar...

Sussurrando palavras de

 

Amor, carinho e emoção

Lábios que sussurram

Com carinho e paixão

 

Tudo vira magia...

Os corações palpitantes

No compasso de

 

Uma musica ...

Suave que baila

Envolvendo os enamorados

 

Derramando só pura paixão

Seus sonhos e seus dramas

Suas ilusões...

 

Dois lábios que se

Encontram num

Beijo de amor ....

 

Regina Mercia Sene Soares

15/2/2009

Bola de Fogo

 

Bola de fogo é a força

É o impulso do alento

Do amor que não é fraco

Medroso ou egoísta

 

Ela tem uma forma singular

Da força do caminhar

Preservando as dificuldades

 

Que a frente de tanto idealismo

Muitos viram as costas

Para preservar e procurar o belo

A solicitude até encontrar

 

A bola de fogo é muito maior

Do que simplesmente dizer

Que o animo vem silenciosamente

 

Talvez a noite quando ninguém

Pode ver ela entra sorrateiramente

Olhando com vergonha o comportamento

De respeito a um amigo ou talvez

 

Quando uma lagrima vemos

Caindo dos olhos de alguém

Que esta algemada na vergonha

 

De estar ligado com pessoas que fofocam

Ou murmuram orgulhosos por tal comportamento

Agindo dessa maneira contraria-se a cultura

 

Que muitas vezes e tão consumida e atribuída

Por glamour quando pode se livrar

De tal consumismo medo e desprezo

De não acreditar no fascínio

 

Do mundo na livre indiferença

De poder se livrar e amar

Deixar de ser fraco e medroso

 

Nem ao menos ser egoísta

E de alguma forma mudar

E renovar o nosso interior

Porque senão a bola de fogo

 

Cresce cada vez mais

E com isso podemos nos queimar

Como um meteorito que cai

Sobre nós e nos destruir.

 

Regina Mercia Sene Soares

15/12/2010

 

 

 

 

Coração Partido!

 

 

Com é dolorido

Este coração partido

Sangra de tanta dor

Deixando a vida um horror!

 

Queria contraí-lo novamente

Mas que ama somente

Sabe o desespero do amor

Não correspondido e destruído!

 

A dor consome a vida

Que muito é querida

Ah! Maldita saudades

Vem como uma tempestade!

 

Com raios estridentes a faiscar

Que faz meu pobre coração sangrar

Porque... porque meu amor

Porque meu amor tanto sofrer!

 

Eu quero te dar um abraço carinhoso

Muitos beijos cheio de amor e paixão

Não quero sentir mais essa desilusão

Quero  e fazer-lhe uma caricia!

 

Mas você leva tudo na malicia

Ouça meu querido amor

Não deixe meu coração sangrar

Cada  gota de sangue é só para te amar!

 

Regina Mercia sene Soares

09/07/2012

 

 

 

Crepúsculo

 

O crepúsculo é a maior maravilha

Criada pelo Senhor do Universo                  

Olhá-lo no entardecer é como uma miragem

Seu colorido é magnífico, a matiz de vermelho

 E laranja são mais vibrantes

 

E o amarelo ouro reluzente como pepitas de ouro

Tendo fundo o azul celeste e as nuvens coloridas

Que se transforma em um mundo mágico

A maravilha de um dia que esta findando

 

São grandes os minutos de admiração

Vendo aquela bola de fogo maravilhosa

O sol, estrela de quinta grandeza

Esse sol que este indo e a noite começando.

E amanhã vai acontecer outro crepúsculo

 

Outro crepúsculo... mais outro ... mais outro

Quando eu vim ao mundo ele já existia

Todo o dia no entardecer ele surgia

Belo e garboso e coloria todo o céu

 

Com seu colorido espetacular

Em toda minha vida ele esta presente

Eu um dia vou embora desta vida

E o maravilhoso e eterno crepúsculo

Vai continuar enfeitando todos os dias

 

Para a eternidade e quando eu voltar

Para uma nova vida ele vai me receber

De novo com a sua maior grandeza e beleza

Para enfeitar novamente todas as minhas tardes

Comparando o crepúsculo com a minha vida

Eu sou somente um piscar d’olhos

Enquanto ele é a eternidade.

 

 

Regina Mercia Sene Soares

 28/05/2010

Elixir

 

O verdadeiro elixir

Da vida é a juventude

O dinamismo vivido na plenitude

 

Buscar as ocupações e energia

Viver a eterna alegria e sabedoria

Da vida cotidiana e fazer

 

O caminhar prudente constante e ver

O ser andante e preservar a vida contida

Em toda aquela liberdade assídua e andar

 

Olhando a vida como um presente dos anjos

Para sermos felizes e aproveitar direito e com respeito

Onde a vida possa ter um grande e valoroso efeito

 

De ser vivida em família exalando muita alegria

Onde o amor e a convivência do bem estarem brilha

Fazendo desta presença um belo exemplo de moradia

 

Seja sentimental arrojado confiante e compartilhe

A devoção de estar no presente audacioso e amplilhe

Para tornar a vida mais interessante e constante

 

Não deixe de vivê-la nem si quer por um instante

Se dê valor nunca se despreze, se ame sempre

Para tornar a vida com a maior importância

 

Porque o elixir da vida é constante e abundante

É o tesouro que recebemos como presente de amor

Esse amor tem que ser vivido com dignidade e ardor

 

Regina Mercia sene Soares

18/12/2010

 

 

Maravilhoso e Eterno

 

A essência de realizar

E de tudo ser capaz

Da transformação humana

Em seu simples amar

Estabelecendo o relacionar

Com alguém e isolar

De uma situação

Cuja traga uma emoção

Ao aceitar um convite

Para criar o que não existe

Mas ai algo que não pode evitar

Quando esta perto e sair

Em busca de um jovem amor que

Resiste seu pobre coração

Estando ele cheio de magoa

Mas ao mesmo tempo apaga

Aquela esperança longínqua

E ao mesmo tempo sinta

A beleza da relação que o espera

Com um aperto de solidão

Nunca deixar de amar e não

Querer que aquela pessoa querida

Deixa-a tão sofrida e abatida

Mais uma vez encontrar

O seu grande amor para dar

E abrir seu coração e sorrir

Com brilho nos olhos de paixão

E acreditar que esse sentimento

Possa sempre escrever uma

Linda historia de amor

Esse amor maravilhoso e eterno

 

Regina Mercia sene soares

03/04/2013

 

 

 

O Grito

 

 

Gritei para o céu

Gritei para as nuvens

Gritei para o dia

 

Gritei para a noite

Gritei para a lua

Gritei para as estrelas

 

Gritei para as florestas

Gritei para as flores

Gritei para as águas

 

Gritei para os rios

Gritei para os animais

Gritei para as aves

Gritei para o vento

 

E veio a brisa suave

Que me envolveu

E acalmou-me

Então Deus deu-me

 

O céu, as nuvens, o dia

A noite, a lua, as estrelas

As florestas, as flores, as águas

Os rios, os animais, as aves

 

E também me deu o vento

Deu-me a vida infinita

Que a transformei em amor

E esses amores dedicam a vocês.

 

Regina Mercia Sene Soares

10/02/2013

 

 

 

 

Vento

 

 

Vento que vão

Vento que vem

Levantando poeira

Do grande estradão

Onde o chão é batido

Onde passa o povo...

Destemido e sofrido

Em busca da riqueza

Que para ele seria

Uma grande beleza

Pois a pobreza...

Deixaria de ser um fardo

Poderia se vestir

Poderia se alimentar

Poderia estudar

Poderia construir

Mas isso não passou

De um sonho...

Que o vento levou!

 

Regina Mercia Sene Soares

16/03/2012

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!